ABNT
EDIÇÃO DE JULHO / 2012      3846 visitas  
Mavenflip, publicações eletrônicas
[ Normalização em Movimento ] Atualização do acervo de Normas: compromisso de todos os Organismos Nacionais de Normalização A preocupação com a globalização do mercado há muito tempo vem sendo tema de debates, em particular pelo ponto de vista técnico. <br/> Tanto assim que a International<br/> Organization for Standardization (ISO), em 1994, publicou o Guia 59 (Code of good practice for standardization), cujo conteúdo está alinhado com o anexo 3 do Acordo sobre Barreiras Técnicas ao Comércio (TBT), da Organização Mundial do Comércio (OMC). <br/> Este Guia visa garantir que as normas<br/> técnicas elaboradas possam embasar regulamentos técnicos, harmonizando o papel da sociedade e do governo. <br/> Para garantir a eficácia de suas normas técnicas, os organismos de normalização devem buscar permanen de projeto, evitando assim que impeçam ou inibam o comércio internacional. <br/> A<br/> resposta a esta conscientização está refletida na redução do número total de Normas Brasileiras, resultado do ?saneamento? do acervo, visando garantir que não sejam mantidas normas cujo conteúdo esteja obsoleto e que poderia colocar em risco a própria sociedade. <br/> Além da atualização, a ABNT<br/> também está buscando a padronização do acervo quanto aos modelos de apresentação de normas técnicas. <br/> Desde a sua fundação, a ABNT chegou a ter 11 modelos diferentes, que hoje estão reduzidos a apenas quatro. <br/> Apesar desta redução, é ainda necessária a padronização destes formatos, de<br/> maneira a facilitar ao consumi temente a atualização desses documentos, para que estas estejam alinhados com as exigências de mercado, condição sine qua non para a competitividade das empresas e para o crescimento da economia. <br/> Entre as boas práticas apresentadas pelo Guia 59, podemos<br/> destacar, além da previsão de que as normas sejam revistas periodicamente, que elas sejam escritas de modo que sua utilização não venha a induzir a erro o usuário das normas. <br/> Por conta disto, a ABNT vem investindo fortemente, nos últimos anos, na conscientização da sociedade quanto à<br/> necessidade de manter em seu acervo apenas as Normas Brasileiras que representem efetivamente o estado da arte dos assuntos tratados e na premissa de que os requisitos estejam expressos em termos de desempenho, em vez de características descritivas ou dor a identificação de que a norma que tem em<br/> mãos é realmente um documento válido desenvolvido pela ABNT 24 Boletim ABNT julho 2012 www.abnt.org.br

Você precisa do Flash Player 10 para visualizar


Clique na imagem abaixo para fazer o download.

- Clique aqui para baixar o plugin Flash - Mavenflip

Navegue pelas páginas dessa edição

Página 32668 Página 32669 Página 32670 Página 32671 Página 32672 Página 32673 Página 32674 Página 32675 Página 32676 Página 32677 Página 32678 Página 32679 Página 32680 Página 32681 Página 32682 Página 32683 Página 32684 Página 32685 Página 32686 Página 32687 Página 32688 Página 32689 Página 32690 Página 32691 Página 32692 Página 32693 Página 32694 Página 32695 Página 32696 Página 32697 Página 32698 Página 32699 Página 32700 Página 32701 Página 32702 Página 32703

powered by MavenFlip, publique seus jornais e revistas online.